Curtas-metragens do Rio Grande do Sul são selecionados para a 24ª Mostra de Cinema de Tiradentes


Seis curtas-metragens do Rio Grande do Sul foram selecionados para fazer parte da programação da 24ª Mostra de Cinema de Tiradentes. As produções poderão ser vistas gratuitamente em quatro mostras temáticas, que ocorrerão de 23 a 30 de janeiro no site oficial do evento: www.mostratiradentes.com.br.

Na Mostra Panorama, o público terá a oportunidade de conferir três produções. Construção, dirigido por Leonardo da Rosa, traz a história de Andréia que é despejada de sua casa e, anos depois, retorna à comunidade da Getúlio Vargas para construir junto com seus filhos a própria residência.

Levantado do Chão, uma coprodução Santa Catarina/Rio Grande do Sul, dos diretores Melissa Dullius e Gustavo Jahn, foi filmado em Berlim, nos arredores do Märkisches Museum. Trata-se de um filme mudo contemporâneo que se concentra no olhar e torna visível a percepção do seu personagem principal. Dimensões de tempo e história/estórias locais misturam-se sem uma palavra. Tudo é real. Tudo é imaginado, desejado e sonhado.

Cena do curta-metragem A verdade sai de seu poço para envergonhar a humanidade | Divulgação


Como parte da Mostra Panorama, também está o documentário Opy’i Regua, com direção e roteiro de Júlia Gimenes e Sérgio Guidoux. A cacica Júlia reúne sua família para construir a Opy, casa de cerimônias Mbya Guarani, na Tekoa Guyra Nhendu, o Som dos Pássaros.
Para a Mostra Formação, o selecionado foi A verdade sai de seu poço para envergonhar a humanidade. Com direção, roteiro e produção de Matheus Streelow, a ficção conta a história de Natália, uma universitária que mora com os pais na mesma casa. Sua irmã mais velha chega de visita, trazendo consigo memórias de infância que Natália não lembra. As madrugadas insones em que vasculha seus arquivos parecem desencadear acontecimentos estranhos, que podem ameaçar sua segurança.

Imagem do curta-metragem Letícia, monte bonito | Divulgação

Já a Mostra Jovem apresenta Letícia, monte bonito, dirigido por Julia Regis. No interior do Rio Grande do Sul, Laís conhece a intensa Letícia, com quem passa uma tarde letárgica de verão.

E a Mostra Praça traz a exibição do curta experimental Magnética, do diretor Marco Arruda. Em uma cidade habitada por seres desenhados, um jovem indígena testemunha uma aparição holográfica. É a chegada de uma entidade de materialidade desconhecida. Com uma presença misteriosa e alegorias exóticas, ela passa a encantar os moradores, despertando os seus sentidos mais insanos.

Imagem do curta-metragem Magnética | Divulgação


Mostra de Tiradentes – Maior plataforma de lançamento do cinema brasileiro contemporâneo, a 24ª Mostra de Cinema de Tiradentes acontece de 22 a 30 de janeiro de 2021. Com intensa programação em ambiente online, no site www.mostradetiradentes.com.br, a Mostra ofertará exibição de filmes, debates, oficinas e live shows. Algumas ações pontuais também serão realizadas presencialmente na cidade mineira. Toda programação é gratuita.


Para saber mais sobre a 24ª Mostra de Cinema de Tiradentes, fique de olho na programação do Minha Visão do Cinema!

Fonte: ETC Comunicação para 24ª Mostra de Cinema de Tiradentes

Deixe uma resposta