10 FILMES COM PSICOPATAS QUE VOCÊ DEVERIA ASSISTIR

Eles podem ser maus, doidos, comer carne humana, matar por matar e mesmo assim ainda conseguimos gostar deles. Conheça agora uma lista de alguns filmes que precisam ser assistidos pelo menos uma vez na vida. Veeeem!






10 – Funny Games – Violência Gratuita, 1997


Não é um filme muito conhecido, apesar de ter uma história muito boa. É recheado de clichês mas ao mesmo tempo isso se torna uma coisa interessante, porque o diretor pega isso e faz quase ser engraçado. O filme é um terror psicológico, onde tudo pode acontecer. Em determinadas cenas a câmera sai do plano original onde está acontecendo algo e muda para outro, onde podemos apenas ouvir os barulhos e imaginar o que os personagens estão passando. Recomendo muito.  

Sinopse: Uma família em férias em uma casa a beira de um lago é surpreendida por dois jovens psicopatas. Eles mantêm mulher, marido e o filho como reféns, submetendo-os a um jogo de perversão, violência e humilhações.

Direção: Michael Haneke.

Trailer:





9 – Precisamos Falar Sobre Kevin, 2011



Pessoalmente acho esse filme perturbador em vários pontos. A natureza cruel de Kevin (interpretado pelo maravilhoso Ezra Miller) desde sua infância. O modo como ele manipulava a todos e como sua mãe era a única a perceber, sendo ela a principal vítima dele durante os anos e o que isso acarretou em sua vida e principalmente quando vimos o desenrolar do filme e tudo que ele foi capaz de fazer. Esse filme em especial é um dos meus favoritos. 

Sinopse: Eva (Tilda Swinton) mora sozinha e teve sua casa e carro pintados de
vermelho. Maltratada nas ruas, ela tenta recomeçar a vida com um novo emprego e
vive temorosa, evitando as pessoas. O motivo desta situação vem de seu passado,
da época em que era casada com Franklin (John C. Reilly), com quem teve dois
filhos: Kevin (Jasper Newell/Ezra Miller) e Lucy (Ursula Parker). Seu
relacionamento com o primogênito, Kevin, sempre foi complicado, desde quando
ele era bebê. Com o tempo a situação foi se agravando mas, mesmo conhecendo o
filho muito bem, Eva jamais imaginaria do que ele seria capaz de fazer.

Direção: Lynne Ramsay.

Trailer:




8 – Cabo do Medo, 1991




Temos aqui um time de peso, Robert De Niro, Nick Nolte, Jessica Lange,
Juliette Lewis e na direção Martin Scorcese. Um filme muito intenso, já que o terror psicológico domina grande parte da obra. A cada minuto que passa ficamos pensando ”o que vai acontecer agora” e em outros momentos um sentimento de total incredulidade. É um filme interessante também, pois vemos o que é o medo crescente de um lado e a vingança tão bem planejada de outro. 

Sinopse: Max Cady (Robert De Niro), um psicopata que
foi preso e condenado por estupro 14 anos atrás, cumpriu sua pena e agora está
livre. Ele pretende se vingar de Sam Bowden (Nick Nolte), seu ex-advogado, que
deliberadamente omitiu informações que alterariam a decisão do júri. Ele
pretende agora aterrorizar ao extremo Sam, Leigh Bowden (Jessica Lange), sua
mulher, e Danielle (Juliette Lewis), sua filha adolescente, mas pretende fazer
isto da forma mais legal possível, pois enquanto cumpria pena estudou todos os
aspectos legais possíveis

Direção: Martin Scorcese. 

Trailer:




7 – Seven: Os Sete Pecados Capitais, 1995


Esse é aquele tipo de filme que você assiste sem pretensão nenhuma e é surpreendido com uma história interessante e misteriosa. Muito inteligente a forma como eles quiseram mostrar ao público a degradação humana e fizeram isso de forma sutil. Há harmonia, desconforto e um tanto de reflexão sobre a vida.

Sinopse: David Mills e William Somerset são dois
detetives encarregados de prender um assassino em série, que mata suas vítimas
usando como tema os sete pecados capitais. Só que eles não esperavam que
pudessem estar no centro de seus loucos planos.

Direção: David Fincher. 

Trailer:



6 – Louca Obsessão, 1990


Após sofrer um acidente de carro, o escritor Paul Sheldon (James Can) é salvo por uma simpática enfermeira (Kathy Bates), mas ao passar dos dias ele percebe que ela não é aquilo que aparenta. Annie se mostra obcecada pelo autor e por uma história em especial e surta quando descobre que ele quer matar sua personagem preferida. A partir disso, ficamos cada vez mais abismados com a crueldade de Annie, que parece não sentir remorso nenhum em torturar Paul. É aquele tipo de filme que você começa a torcer tanto pelo personagem que fica imaginando o que faria se estivesse no lugar dele.

Sinopse: O escritor Paul Sheldon (James Caan)
sofre um acidente e acaba sendo salvo por uma enfermeira (Kathy Bates), que é
fã de suas obras. Para que ele se recupere ela o leva para sua casa. Durate a
sua estadia, a enfermeira descobre, ao ler os textos do próximo livro do
escritor, que sua personagem preferida será morta. Isso faz com que ela fique
furiosa e Paul, sem poder andar, está vulnerável às possíveis loucuras de sua
fã doentia.

Direção: Rob Reiner.

Trailer:



5 – O Iluminado, 1980


Com
a espetacular interpretação de Jack Nicholson, somos presenteados com Jack
Torrance, um dos mais conhecidos e icônicos personagens de
sua carreira. Após se mudar para um hotel mal assombrado, Jack é
influenciado por forças malignas e tenta matar sua família. Não há muito o que
dizer, só assistir.

Sinopse: Durante o inverno, um homem, é
contratado para ficar como vigia em um hotel no Colorado, e vai para lá com a
mulher e seu filho. Porém, o contínuo isolamento começa a lhe causar problemas
mentais sérios e ele vai se tornado cada vez mais agressivo e perigoso, ao
mesmo tempo que seu filho passa a ter visões de acontecimentos ocorridos no
passado, que também foram causados pelo isolamento excessivo.

Direção: Stanley Kubrick.

Trailer:




4 – Psicopata Americano, 2000



O nome do filme já diz tudo. Rico, bonito e psicopata, Patrick Bateman é um playboy narcisista que surta por pequenas coisas e acha que tudo está ao seu alcance. Interpretação magnifica de Christian Bale. 

Sinopse: Um jovem e bem-sucedido executivo de Nova
York possui uma vida dupla: à noite, ele transforma-se em um assassino
psicopata. Seu ódio pelo mundo vai transformando cada vez mais a sua mente
deturpada ladeira abaixo.

Direção: Mary Harron.

Trailer:




3 – Laranja Mecânica, 1971




Um filme bem realista sobre o tema abordado: violência. Deixando o telespectador incomodado algumas vezes e brinco em dizer que karma’s a bitch.

Sinopse: O anti-herói do filme é Alex DeLarge, um
jovem líder de uma gangue de delinqüentes, amantes de leite drogado e música
clássica. Tem por diversão bater, estuprar, matar… Enfim, cometer qualquer
brutalidade que tenha vontade, não se importando com as leis ou o senso
humanitário. Quando finalmente é pego pela polícia, sofre um tratamento duro de
reabilitação. Quando Alex volta às ruas, totalmente regenerado, passa a sofrer
com aqueles que antes eram as vítimas.

Direção: Stanley Kubrick.

Trailer:







2 – O Silêncio dos Inocentes, 1991



Aí eu te pergunto: como não amar Hannibal Lecter? Um dos mais conhecidos psicopatas do cinema e não é a toa. Culto, inteligente, fã de música clássica e canibal. Sem comentários sobre a interpretação de Anthony Hopkins. Mesmo causando calafrios não há como negar a simpatia de Lecter. 

Sinopse: Recém formada no FBI, Clarice Starling
(Jodie Foster) se envolve no caso do desaparecimento de uma garota, seqüestrada
por um serial killer. Para ajudá-la, ela precisará da orientação de outro
psicopata, o perigoso psiquiatra forense Hannibal Lecter (Anthony Hopkins),
preso por atos de canibalismo. Um dos três vencedores das cinco principais
categorias do Oscar na história (os outros dois foram Aconteceu Naquela Noite e
Um Estranho no Ninho).

Direção: Jonathan Demme.

Trailer:




1 – Psicose, 1960




Claro que esse clássico não poderia ficar de fora. Hitchcock nos presenteia com um filme emblemático que somente ele era capaz de fazer. Com reviravoltas e morte surpreendente da protagonista antes do fim (uma novidade na época), ‘Psicose’ é um marco na história do cinema. 

Sinopse: Marion Crane é uma secretária (Janet
Leigh) que rouba 40 mil dólares da imobiliária onde trabalha para se casar e
começar uma nova vida. Durante a fuga à carro, ela enfrenta uma forte
tempestade, erra o caminho e chega em um velho hotel. O estabelecimento é
administrado por um sujeito atencioso chamado Norman Bates (Anthony Perkins),
que nutre um forte respeito e temor por sua mãe. Marion decide passar a noite
no local, sem saber o perigo que a cerca.

Direção: Alfred Hitchcock.

Trailer:



Alguma sugestão? Gostou? Deixe um comentário 😉

Deixe uma resposta