Crítica: A Casa do Demônio (2009, de TI West)


TI West usa uma sutileza genial nesse filme, que
nos remete aos clássicos do terror dos anos 70 e 80. Fiquei impressionada com o
carinho que ele teve em todos os detalhes do longa, a ambientação inteira do
filme é retrô, trilha sonora, figurino e até mesmo o penteado que a
protagonista usa.

Samantha (Jocelin Donahue), uma universitária precisando
de dinheiro, aceita trabalhar como babá por uma noite para uma família estranha
que vive em uma casa distante da cidade. Nesta mesma noite haverá um eclipse
lunar e os acontecimentos posteriores estão ligados a este fenômeno. Logo ela
começa a perceber que não deveria ter aceitado o serviço.


O fator mais interessante da trama é que ela
prende muito a atenção do telespectador. Apenas um acontecimento chocante
acontece fora da residência, quando você vê a protagonista dançando pela casa
com seu walkman, temos certeza de que algo ruim vai acontecer e tudo está
ligado ao eclipse, mas o filme não dá nenhuma pista. 


As atuações são boas, nada de especial mas também
não tenho nenhuma reclamação a fazer. Destaque para a participação de Dee
Wallace (‘E.T.’…) logo no início.Realmente a filmagem é muito boa, Ti West mostra
muito profissionalismo dos créditos iniciais até os finais,mas a trama inteira
cria um suspense que nos faz esperar pelo clímax, só que tudo acontece muito
rápido e acaba. 


O enredo pode parecer um pouco arrastado para quem
gosta de mais ação, mas eu achei uma ótima homenagem e na minha opinião você
deve assistir esse filme agora.


Nota: 8

Direção: TI West

Elenco: Jocelin Donahue, Greta Gerwig, Tom Noonan, AJ Bowen, Mary Woronov, Dee Wallace, Brenda Cooney, Mary B. McCann, TI West, John Speredakos, Heather Robb.


Nome original: The House of the Devil


Trailer:

Deixe uma resposta