O melhor de “Nicolas Cage”


O
que dizer sobre Nicolas Cage?
O
ator mostrou que era dos ‘grandes’ quando fez ótimos filmes em meados das
décadas de 1980 e 1990, se consagrando em Hollywood. Entretanto, tanta fama e
tantas requisições o fizeram cair em mãos erradas, por assim dizer, já que ele
mergulhou numa enorme sequência de filmes ruins ou medianos, especialmente nos
últimos 10 anos. Tudo isso gerou um grande desgosto por parte do público e, em
alguns casos, o ator se tornou piada, sendo considerado um ‘ator horrível’.
Contradizendo tudo isso, foi neste ano de 2013, no Huadong Awards, na China, 
que Cage venceu o prêmio como o “Melhor ator de todos os tempos em
filmes”. Ironia? Talvez! De qualquer forma, Nicolas Cage é um grande nome na
indústria do Cinema e aqui segue alguns dos seus filmes que fizeram o gosto de crítica
e do público:
***(Lembrando
que não é um TOP 5 de melhores. Não há preferências aqui, apenas uma singela
lista com bons títulos da carreira deste ator).***

5 – Kick-Ass – Quebrando Tudo
(Kick-Ass – 2010)

Um
filme politicamente incorreto que conquistou o mundo com seu estilo jovem, nerd
e por mostrar a violência sem censura. Aqui, Cage interpreta um herói chamado
Big Daddy que, como os outros do filme, são justiceiros diferentes, incomuns e
mesmo com uma participação não muito grande no filme, ele consegue deixar sua
marca, principalmente por dividir as cenas com uma das principais personagens
do filme, a Hit-Girl. O longa não passou batido, agradou a crítica e muito mais
ao público, se tornando um sucesso e uma das grandes bilheterias do ano.
  


4 – Feitiço da Lua (Moonstruck
– 1987)

Um
aclamado filme do diretor Norman Jewison e vencedor de 3 Oscar e 2 Globos de
Ouro em 1988. Nesta obra, Cage contracena e faz par romântico com a então
vencedora do Oscar de Melhor Atriz, Cher (Oscar este muito comentado em seguida
por ser considerado não merecedor, já que muitos consideram a interpretação de
Glen Close no flme ‘Atração Fatal’ uma das grandes atuações do cinema). Mas
nada tirou o brilho de Moonstruck naquele ano que ainda rendeu Oscar de Melhor
Atriz Coadjuvante e Melhor Roteiro Original.



3 – Despedida em Las Vegas (Leaving
Las Vegas – 1995)

Quem
vê a carreira de Cage nos últimos anos pode até nem acreditar que ele possui o
seu Oscar de Melhor Ator. Isso aconteceu em 1995, quando ele se entregou ao
papel de um alcoólatra no filme “Depedida em Las Vegas”, contracenando com a
ótima Elisabeth Shue. O filme foi aclamado pela crítica rendendo, também a
Cage, o Globo de Ouro de Melhor Ator, além das indicações ao Oscar nas
categorias de Melhor Atriz, Diretor e Roteiro Adaptado.



2 – A Outra Face (Face/Off – 1997)

Um
dos grandes títulos da carreira do diretor John Woo, lançado em 1997. Neste
filme, Cage contracena com o então (e sempre) queridinho da América, John
Travolta e os dois entregam boas cenas com grandes doses de ação, além de caras
e bocas nas interpretações. Foi bem recebido pela crítica e, consequentemente,
pelo público, de um modo geral por conter uma trama bastante original e bem
elaborada.



1 – Adaptação
(Adaptation – 2002)

Spike
Jonze entrega mais um grande filme. Nicolas Cage interpreta um personagem com
dificuldades para fazer uma adaptação de um filme e contracena ao lado de
grandes nomes como Meryl Streep e Chris Cooper, onde os três foram indicados ao
Oscar, mas apenas Cooper levou pra casa a estatueta de Melhor Ator Coadjuvante.
Além disso, com a grande e ótima recepção da crítica e público, o filme
conseguiu ser indicado a Melhor Roteiro Adaptado, perdendo para o excelente “O
Pianista”. Mas, no fim, o filme arrematou 1 Oscar e 2 Globos de Ouro.




Bônus:

Joe (2013)

O
último filme lançado de Cage. Neste ano, ele aparentemente deu a volta por
cima, calou bocas e foi muito elogiado por sua performance nesse filme que
ainda não tem data de estreia no Brasil. Ele interpreta um ex-presidiário que,
juntamente a um grupo de trabalhadores de campo, tem a função de intoxicar
árvores para serem substituídas por outras, acelerando o desmatamento. O filme
foi exibido no Festival de Veneza e foi bastante aplaudido, apesar de (claro)
não ter agradado a todos. No fim de tudo, Nicolas Cage parece estar voltando à
boa forma, resta-nos aguardar seus próximos projetos.

Deixe uma resposta