Filme da Semana – V de Vingança (2005, de James McTeigue)





“Por trás desta máscara há mais do que carne e sangue; por trás desta máscara há uma ideia, e as idéias são à prova de bala.”


Link para download:
http://filmestorrent.net.br/filme/v-de-vinganca/


NOTA: 10



Na dica desta semana, link para download
deste filme espetacular! ‘V de Vingança’ traz uma complexa obra de suspense,
ficção científica, ação, romance e drama. Baseada na elogiada HQ, este filme
não fez muito sucesso na época de seu lançamento. Mas o tempo vem fazendo
justiça. Os ideais filosóficos e revolucionários que o filme traz acabaram
virando “hit” nas redes sociais e em grupos de luta contra corrupção
no mundo. Um belo exemplo foram as manifestações que pararam o Brasil neste
ano, cuja a figura símbolo do filme, a máscara de ‘Guy Fawkes‘; esteve presente em cada cartaz, foto e gravação. 

“Não questionei seus poderes de observação, apenas enfatizei o paradoxo de perguntar a um mascarado quem ele é.”
Muito bem dirigido por James McTeigue, que parece ser aprendiz dos irmãos Wachowski (os produtores deste filme e criadores da igualmente fantástica trilogia ‘Matrix’); ‘V de Vingança’ apresenta uma dissertação, uma questão, um raciocínio, uma poesia e uma cena forte ou memorável a cada nova sequência. Trilha sonora incrível, mesclando elementos sombrios e metalizados com ópera clássica, além de uma linha tênue entre realidade e ficção; fazem deste um dos mais poderosos filmes dos últimos 30 anos, subestimado por muitos. O filme é entretenimento eletrizante, mas não se engane; é também uma obra de arte para ser reverenciada e comentada por muito tempo. Um cult moderno, que vem ganhando força e respeito conforme este nosso mundo injusto caminha cada vez mais para a tirania e a calamidade. ‘V de Vingança’ é para se assistir 1 vez por ano, e após isso; refletir que rumo sua vida está tomando. Como tudo está a sua volta e por quais ideais você luta diariamente? É a arte à favor da sociedade, e da sua mente, que deveria questionar mais.



“É muito censurado, mas acontece frequentemente, que com aspectos de devoção e piedade adoçamos o próprio demônio.”


Trailer:





  



Deixe seu comentário:

Deixe uma resposta