Crítica: Nosferatu – O Vampiro da Noite (1979, Werner Herzog)

  Apesar de não ter sido lançado na época de ouro dos filmes de terror (década de 1930), este filme dirigido por Werner Herzog (diretor de outros filmes importantes na história do cinema como: Aguirre – a Cólera dos Deuses, Fitzcarraldo e O Enigma de Kaspar Hauser, pra início de conversa) uma das figuras mais Leia mais… »

Crítica: Extremely Wicked, Shockingly Evil and Vile (2019, Joe Berlinger)

A sociedade ocidental moderna sempre foi fascinada por serial killers. Hoje, com o recurso da tecnologia, talvez mais do que nunca, pode-se ter ao alcance das mãos uma extensiva informação acerca dos mais notórios assassinos e das mais perversas mentes da História. Desde a Idade Média Gilles de Rais, Condessa Báthory, passando pela modernidade, Jack Leia mais… »

A Representação da Transexualidade no Cinema de Horror

Ted Levine como Buffalo Bill em O Silêncio dos Inocentes (1991). Este texto pretende abordar de forma breve a questão da representação de pessoas transexuais no cinema contemporâneo, se propondo a fazer um apanhado da evolução das performances relacionadas à essa população encontradas em filmes, que, historicamente, estiveram interligadas com comportamentos patológicos, bizarros e antissociais. Leia mais… »

Crítica: Álbum de Família (2013, de John Wells)

Dirigido pelo já veterano John Wells, que possui bastante experiência com séries de televisão e dramas como Shameless, Plantão Médico, além da contribuição do autor original Tracy Letts, que além do teatro também contribuiu em Killer Joe ao lado de William Friedkin, Álbum de Família é uma história tragicômica proveniente dos palcos de teatro, sobre Leia mais… »

Crítica: Oitava Série (2018, de Bo Burnham)

**Contém Spoilers Por conta das várias indicações que Oitava Série recebeu em 2018, estava com bastante expectativa para assisti-lo, algo que pode facilmente arruinar uma experiência cinematográfica. Nesse caso, não houve frustração, mas sim surpresa. Assistir ao filme provocou, contraditoriamente, um misto de sensações tão aconchegantes e, ao mesmo tempo, tão desconfortáveis que eu não Leia mais… »

Suspiria e o Gozo Feminino

*Contém spoilers Você já ouviu falar sobre Suspiria? Trata-se da nova produção do diretor Luca Guadagnino, uma reimaginação ao clássico de terror dirigido por Dario Argento em 1977. Sabe-se da história de conflitos entre obras originais e seus chamados remakes, seja relacionada a um filme ou a um livro antecessor, sempre se colocando um grande Leia mais… »