Crítica: 1 Contra Todos (2016, Breno Silveira)



Sim! Meus queridos leitores, essa é uma série brasileira daquelas que ninguém fica sabendo mas que todos deveriam assistir. Então, primeiramente, venho aqui fazer um pedido e dizer para vocês: que tal dar uma chance para as produções brasileiras?



O cineasta Breno Silveira mais uma vez está a frente da direção de uma história baseado em fatos reais. Conhecido pelos filmes ‘2 Filhos de Francisco’ e ‘Gonzaga – De Pai Para Filho’. A atual série é um tapa na cara de qualquer brasileiro, fazendo críticas a justiça brasileira e claro ao sistema carcerário. Corrupção, brigas e injustiças é o tema central da série.

A princípio conhecemos Cadu (Júlio Andrade), um advogado honesto do interior de São Paulo, que luta para sustentar a família. Também conhecemos sua esposa grávida Malu (Julia Lanina) e seu filho pequeno. Sua casa está sendo reformada e alguns pedreiros que estranhamente não são os mesmo que ele contratou, estão mexendo no teto de um dos quartos. Depois de um dia de cão, Cadu vê sua casa ser tomada por uma batida policial e para a surpresa dele, foi encontrado nesse mesmo teto 1 tonelada de maconha – que sabemos que não era dele. Entretanto, sua vida vira do avesso e de uma hora para outra ele é considerado o maior traficante de todos os tempos no Brasil, ficando conhecido como o “Doutor do Tráfico”.

Graças a TV e notícias tortas ele fica impossibilitado de sair da cadeia, tendo que fingir ser esse homem que todos pintaram na mídia e pagando por um crime que não cometeu. Todos incluindo o diretor da cadeia acreditam que ele é um homem perigoso e rico e é ai que tudo começa a ficar realmente perigoso para Cadu, porque ninguém pode descobrir que ele não é o que dizem.



Conferi
os três episódios que já saíram e o que eu posso dizer é que a série tem
um bom desenvolvimento, a história tem ritmo e não enrola para contar
os fatos. Vimos as mudanças na personalidade de Cadu muito bem divididas
entre o homem bom, que segue uma vida simples e honesta e o homem que
está atrás das grades, fazendo todos acreditarem que ele é o rei do
crime. São praticamente duas pessoas vivendo em uma. O que nos faz
refletir sobre qual personalidade realmente é a que ele quer viver. 


Deus me livre em fazer comparações mas é difícil não lembrar de um
outro querido personagem, pois à alguns elementos que lembram Walter
White, de Breaking Bad mas torno a dizer, é apenas um vislumbre que
vem a mente, pois as histórias são bem diferentes.



A
forma como os personagens são apresentados também é interessante, pois
todos são potencialmente protagonistas. Temos o Professor (Adelino
Lima), um homem que está preso há mais de 25 anos por tráfico e
homicídio. Considerado um conselheiro dentro da penitenciária, ele sabe
de tudo que acontece lá dentro. Acreditando que Cadu é inocente. China
(Thogun Teixeira) e Mãe (Sílvio Guindane) que são inclusive as primeiras
pessoas que ele conhece. China acredita que ele é o que diz e acaba se
tornando seu segurança e porque não dizer, um amigo.



A
série é cativante, desde a música de abertura ao som de Criolo até as
atuações que são incríveis, com oito episódios produzidos pela Fox para a
primeira temporada a série promete. Espero que continue tão boa quanto
começou.


Direção:
Breno Silveira

Elenco: Júlio
Andrade, Julia Lanina, Adriano Garib, Xando Graça, Roney Vilela, Thogun
Teixeira, Silvio Guindane, Caio Junqueira, Sacha Bali, Luiz Felipe Neto.


Sinopse:
A história de Cadu, um defensor público que vê sua vida mudar após ser confundido com um traficante e acabar preso.


Promo Episódio 1: A Justiça é Cega

Promo Episódio 2: A Lei Vem Do Rei



 
Promo Episódio 3: Caminho Do Crime




Gostou? Deixe um comentário 😉





Deixe uma resposta